Gravidade


Vamos ser justos com a vida, existem situações em que nos encontramos com nada além de nós mesmos. Aquele momento onde nós somos nossa única salvação, como já cantou Johnny Cash.

Nestes momentos dependemos, única e exclusivamente, de nossos conhecimentos, astúcia, habilidades, determinação, enfim, só dependemos de nossa capacidade de fazer. Agir. E contra nós? Tudo e todos.

Geralmente nestas situações está em jogo nossa vida. Sobrevivência. Emprego. Carreira. São situações limítrofes, ou vencemos ou vencemos. Falhar não é uma opção.

No filme vemos uma astronauta nesta situação. Seus recursos são: ela, e os pedaços de tecnologia em torno dela. Em jogo sua vida. E o que ela tem que fazer? Agir. Tomar uma ação e fazê-la. Lidar com as consequências. Então, agir de novo, e assim por diante.

Ação é a palavra que você deve ter em mente. As vezes enfrentar um problema não requer mais do que isso. Ação. Contundente, instintiva, sem segundas intenções ou jogos. Pura e simples ação.


A coisa mais difícil é a decisão de agir, o resto é apenas tenacidade.
- Amelia Earhart


Gravidade
Warner Home Video

Título original: Gravity
Estrelando: Sandra Bullock,
 George Clooney
Diretor: Alfonso Cuarón
Ano de produção: 2013

Tags:  filmes
  • 01/10/2017
  • 30/09/2017

S.

  • 02/10/2017

Comentários: Deixe comentário

* O e-mail não será publicado no site.
ESTE SITE FOI CRIADO USANDO